terça-feira, 6 de julho de 2010

Volver uma série

Twin Peaks
1ª temporada

Criado por: David Lynch e Mark Frost
Diretor: David Lynch e outros
Roteiro: David Lynch e outros
Elenco: Kyle MacLachlan, Michael Ontkean, Madchen Amick, Lara Flynn Boyle, Sheryl Lee, Dana Ashbrook, Sherilyn Fenn


Começamos hoje mais uma série aqui no Volver um filme e já que se trata de séries/ seriados, nada melhor do que debutar com essa que é considerada por muitos como uma das melhores séries de todos os tempos, tenho que assumir que depois que a vi também faço parte desse grupo. Vamos à primeira temporada dessa fantástica invenção criada pela mente doentia de David Lynch, que conta com apenas 8 episódios!
A série se passa na fictícia cidade de Twin Peaks, em Washington, e logo no episódio piloto há um fato que será o ponto de partida para toda a temporada, o corpo de uma jovem todo enrolado em plástico é encontrado na beira de um rio e isso faz com que toda a cidade entre em choque por causa da barbaridade que foi o assassinato. Então é chamado o agente especial do FBI Dale Cooper (Kyle MacLachlan, em mais uma contribuição com o Lynch, no total foram 4, entre filmes e essa série), que tem táticas nada convencionais para a solução do caso, o personagem é brilhante, ora beirando a loucura, ora uma pessoa cética e centrada, voltando a história, chegando a cidade, o agente conhece o cherife Harry Truman que será seu parceiro na investigação do assassinato de Laura Palmer, além do cherife, nessa primeira temporada somos apresentados a vários personagens, o que é interessante é que cada personagem tem suas próprias características, como seus pais Leland e Sarah Palmer (Leland surta ao saber da morte da filha, em cenas de dar dó, como ele dançando sozinho e chorando em um baile), Bobby, namorado de Laura, um cara rebelde que é acusado de sua morte mas logo depois é inocentado, Donna, melhor amiga de Laura, uma menina meiga (mas de carater duvidoso em minha opinião), James, paixão secreta de Laura e futura paixão de Donna, Audrey, estudante da mesma escola que Laura e Donna, mas não chega a ser amiga das duas, é cínica e muitas vezes falsa, mas em minha opinião é a mais autentica, entre outros personagens que são muito bem criados por Lynch e Mark Frost, que mostram que mesmo em uma pequena cidade onde todos se conhecem, os moradores vivem uma vida dupla e de enganações, onde todos podem não ser o que pensamos, até mesmo Donna que era melhor amiga de Laura era atraida por James (paixão secreta de Laura).


Como nos filmes do David Lynch, essa série não poderia ser diferente, há cenas absurdas, como os sonhos do agente Cooper, que envolvem misteriosas pistas sobre o caso e um esquisito anão em um quarto cheio de cortinas vermelhas que fala tudo ao contrário(!). Ainda mais por ser uma série e ter mais tempo para explorar situações incoerentes, sentimentos e psicoses humanas. Laura era uma menina que todos conheciam e adoravam, linda, prestativa, já que trabalhava entregando refeição a pessoas carentes da cidade, mas os que a conheciam de verdade sabem que ela era misteriosa, confusa e mantinha alguns segredos que poderiam abalar a estrutura de sua boa vizinhança.


O roteiro vai desvendando segredos obscuros e percebemos que cada personagem tinha uma certa ligação com a falecida Laura, como também o dr. Jacoby, psiquiatra de Laura, pessoa excentrica que mantinha uma forte relação com Laura, que com certeza mantem guardado segredos que talvez sejam revelados na segunda temporada.
Outro ponto mais que positivo além do roteiro cheio de suspense e de um humor sarcástico, as atuações são super convincentes e dignas de todas as indicações ao premio Emmy que receberam, principalmente Kyle MacLachlan e Sheryl Lee, intérprete da própria Laura Palmer e Maddy Ferguson, prima de Laura. No total, essa primeira temporada foi indicada a 13 Emmys, mas ganhando apenas 2 premios e se mantem até hoje em várias listas conceituadas de melhores séries de todos os tempos! David Lynch dirigiu em 1992 um filme chamado Os últimos dias de Laura Palmer, que como o nome sugere, conta com acontecimentos anterior a morte da jovem. A série foi exibida de 8 de abril de 1990 a 10 de junho de 1991, pela emissora ABC.

Já estou vendo a segunda e última temporada (infelizmente não houve mais) e assim que acabar escrevo aqui!

21 comentários:

vitor silos disse...

infelizmente não vi o seriado, mas deve ser muito bom mesmo, afinal David Lynch tem filmes fantástico.
Um dia eu tomo vergonho na cara e vejo, me espera pra gente ver a segunda temporada junto.

Elton Telles disse...

Não sou um grande apreciador de seriados (mais por falta de tempo do que interesse), mas como grande admirador de David Lynch, assistir a "Twin Peaks" é tarefa obrigatória!

uma das melhores produções que já vi na televisão, decorrente de uma das mentes mais brilhantes em atividade. Lynch é gênio!


Gostei muito do blog,
posso linkar ao meu?

abs!

Thiago disse...

Oi, tudo bem? Não conheço a série, mas até que parece interessante.
Aceita fazer uma troca de links? Abraço.

Roberto F. A. Simões disse...

O comentário:

Eu gosto de Acela, com a jenifer lopez, a maioria das pessoas odeia esse filme!
Mas gosto, roteiro, cenário, fotografia, só a interpretação dela que não é lá grandes coisas, mas não chega a fazer feio não!

Com a assinatura VOLVER UM FILME foi feito no post errado.

Por favor, tentem fazê-lo em:
http://cineroad.blogspot.com/2010/06/cela-2000.html

Obrigado!
Cumps.
Roberto Simões
» CINEROAD - A Estrada do Cinema «

Roberto F. A. Simões disse...

Não conheço a série e ainda não vi o filme, mas gosto bastante de Lynch!

Cumps.
Roberto Simões
» CINEROAD - A Estrada do Cinema «

Saulo S. disse...

Pois é Elton, Twin Peaks não é nada menor que fascinante! To na segunda temporada!
Minha próxima empreitada no mundo das séries é The Kingdon do Lars Von Trier!

Carla disse...

Caramba! Adoro Twin Peaks, tb tenho as duas temporadas, é fascinamente mesmo. Infelizmente as críticas estão certas, após o crime ser desvendado perde um pouco a graça, até hoje não terminei a 2a temporada. Mas vale a pena, recomendo demais. Os personagens do MacLachlan e a Audrey são os melhores, além de uma galeria de personagens bizarros, cheios de segredos.

Curiosidade: MacLachlan é o primeiro marido de Charlote em Sex and The City.

Thiago Paulo disse...

Olá, primeira vez que venho aui no blog, gostei bastante.

Olha, não sei se é impressão minha, mas tem bastante gente vendo essa série. Essa semana mesmo vi alguém comentar sobre isso no twitter.

Não conheço muito o trabalho de Lynch, pra falar a verdade, comecei a ver seus filmes a pouco tempo. Pena que comecei com o filme errado, que foi Império dos Sonhos. Não que se ruim, mas acho que pra ver esse filme, precisa estar familiarizado com o trabalho do diretor.

Semana passada assiti O Homem Elefante, e que filme maravilhoso. Uma obra prima, já considero como favorito. Pretendo ver os outros agora, incluindo essa série.

Até +

Saulo S. disse...

Olá Thiago, ainda não vi o Império dos sonhos, mas creio que não seja dos melhores dele! O homem elefante para mim não é só o melhor filme dele, como também um dos melhores filmes que já vi, fantástico, comovente, impossivel não se comover! Também amo Veludo Azul e gosto de Eraserhead, enfim, sou fã do cara!

E assista sim Twin Peaks, tu vai adorar também!

Cristiano Contreiras disse...

Acredita que nunca vi? é uma série aclamada até, mas preciso parar e focar minha sensibilidade nela. Adoro Veludo azul e preciso até escrever sobre ele.

Teu blog é muito bom, parabéns pela abordagem!

te linkei ao meu, te sigo.

cleber eldridge disse...

Interessante o blog, parabéns!
Sou um dos grandes fãs do Lynch, Twin Peaks, eu só vi o episodio 'Piloto' e gostei, só não sei porque não continuei a acompanhar.

Cristiano Contreiras disse...

Grato pela visita! retorne sempre, teu blog também é fantástico, viu? se quiser, me siga la...

Rodrigo Mendes disse...

Gostei da criatividade do blog. O título é muito bom, rs!

O universo de Lynch é sedutor e bizarro. Sua obra é sempre instigante. Também escrevi sobre ele no meu blog.

Adoro a série Twin Peaks com o parceiro de Lynch, o sempre cavalheiro, Kyle MacLachlan. O longa metragem é ótimo como a série. E o bom senso é que não extenderam muito o seriado como é de costume na TV americana, faminta por audiência. O que foi o final de Arquivo X por exemplo?

Meus filmes favoritos de Lynch são: Coração Selvagem, História Real, Eraserhead e Veludo Azul.

Quanto ao filme 'Sede De Sangue' do Park Chan-wook no post abaixo: um deleite vermelho. Ultimamente estou gostando muito do cinema coreano. Criativas histórias e narrativa cinematográfica incrível! Cineastas como Almodóvar, Tarantino e até Lynch, estão bebendo daquela fonte.

Abs,
Rodrigo
http://cinemarodrigo.blogspot.com/

vitor silos disse...

Cristiano: obrigado pelos elogios.

Clever: Lynch é o cara mesmo, os meus favoritos são O homem elefante e Veludo azul.

Rodrigo: saulo, meu irmão, que veio com o título do blog, também gostamos muito!rs
O cinema coreano anda muito bom mesmo, os filmes do Park Chan-wook são maravilhosos, repletos de violência e cenas memoráveis.

Marcelo A. disse...

Passando aqui por indicação do amigo Thiago Paulo (olha ele aí em cima!). Cara, como já tô com trintinha, assisti Twin Peaks na tv, no longínguo 1991, aos domingos, depois do Fantástico. Pena que a Globo filha da mãe, cancelou a série. Mas pude revê-la depois. Lynch é Deus e o "Quem Matou Laura Palmer?" é um clássico.

Gostei do blog. Te seguindo.

Thiago disse...

Valeu pelos comentários lá no blog xD

2T disse...

Comprei as duas temporadas em um box baratinho, mas não vi ainda. Deve ser fantástico mesmo!

Saulo S. disse...

Também comprei as duas temporadas em um mesmo box, deve ser o mesmo 2T!
E sim cara, veja, é fantástico!

Hugo disse...

Acompanhei na época apenas parte da primeira temporada e apesar de não ser grande fã de David Lynch, gostei muito da história e do clima da série.

O longa feito em 1992 é fraco, extremamente confuso. O típico filme de Lynch que não me agrada.

Abraço

Edson Cacimiro disse...

Eu vi esse seriado mas lembro muito pouco do que acontece,lembro quem matou Laura Palmer rsrs mas não vou contar.
To te seguindo tb,abç.

Saulo S. disse...

Já sei quem matou laura palmer edson, to na segunda temporada, que tenso né! Essa temporada ainda vai me causar um enfarte! ahahahah